8 de agosto de 2017

De Milagres para Maceió: restaurante Damasco é um convite aos sabores e aromas da culinária árabe!

img_2217

Depois de uma temporada no paraíso de águas cristalinas de São Miguel dos Milagres, a empreitada do chef Miguel Angelo Kabbad se fincou na seleta cozinha do Hotel Ritz Lagoa da Anta, em Maceió – e a gente conferiu de perto essa novidade que vem dando o que falar na cidade.

Com a proposta de oferecer o melhor da culinária árabe a partir de produtos frescos e saudáveis, o clima simpático do restaurante Damasco é um convite à experiência, a começar pela entradinha: no pão sírio, uma variedade de pastas o acompanham concentrando aromas e sabores tipicamente árabes, como homus, babaganush e coalhada seca.

No lobby do hotel, os pratos do point gastronômico são pontuais em todos os sentidos, onde sabor e visual se completam. A degustação vai além do paladar, tornando-se algo que mexe com os sentidos. Especiarias vindas do Oriente Médio traduzem e confirmam a fama de cozinha aromática que os árabes tem. E não se engane, pois nem só de mil e uma noites viverá o homem: o Damasco também oferece almoços executivos às sextas-feiras e sábados, com o toque pessoal do chef Kabbad.

Entre as especialidades, kafta no espeto acompanhada de trigo grosso com lentilhas e cebolas caramelizadas, quibe de peixe com salada fatouche, cuscuz marroquino e michuí de peixe com legumes. Claro que não pode faltar esfiha de carne e quibe cru! Para finalizar, as sobremesas se debruçam entre malabis com caldas de damasco e folhados de nozes com caldas de águas de rosas. Entre as pastas, o homus é feito de grão-de-bico e o babaganush com um patê de berinjela assada.

Se você ainda não se aventurou por essa gastronomia, o restaurante Damasco é um convite às delícias! Marssalama!