9 de janeiro de 2018

Jonatas Moreira entrega 5 harmonizações entre caipiroscas e petiscos que dão o match perfeito para o verão!

img_6478-editar

Sem, dúvidas, as caipiroscas do Akuaba estão entre as mais desejadas da cidade – e dão aquele match maravilhoso com o verão alagoano. Da campeã seriguela à exótica morango com tamarindo, o que não faltam são motivos para se entregar à essas delícias refrescantes. Um deles, aliás, é harmoniza-las com os petiscos da casa, que a gente ama.

Aproveitando, acompanhamos o chef Jonatas Moreira durante uma manhã de buscas especiais no Mercado da Produção, no Centro de Maceió. É que com a chegada da estação mais quente do ano, a carta de drinks e caipiroscas do Akuaba ganha aquele up! Mostramos tudo, inclusive nos stories do @portalstylife!

As novidades garimpadas garantem uma combinação perfeita – e harmonizar o comer + beber é tarefa que exige conhecimento e sensibilidade. Para Jonatas, a sazonalidade das frutas é que o define tudo. “As tendências são ditadas a partir das estações. Hoje, felizmente, temos frutas que estão acessíveis durante todo o ano, como morango, uva e caju. O caju, apesar de sazonal, é encontrado facilmente por conta da grande produção de castanha”. Dentre as específicas do verão, as queridinhas são a seriguela, o umbu, o tamarindo, a mangaba e a graviola. 

E como misturar todas elas sem perder sabor e propriedades essenciais? O sucesso dessa harmonização certeira é o equilíbrio. “Para garantir um mix interessante, é preciso estar atento. O caju, por exemplo, corta a acidez do limão; já o jambo, apesar do sabor marcante, é neutro e cai super bem com uva isabel. O tamarindo é extremamente ácido e com o cheiro e o sabor frutado do morango, forma um match perfeito. Seriguela é docinha, mas com o toque cítrico do limão siciliano, já harmoniza com frutos do mar”, explica o chef.

Entregamos aqui os segredos das combinações perfeitas! Para a escolha de cada uma, o chef levou em consideração aspectos como textura, apresentação e sensações. Paladar apurado, sabem? “O grau de salgado dos pratos é importante, bem como os sabores. O crocante do acarajé precisa do cítrico do caju e do limão para dar uma quebrada, e a mesma coisa acontece com o vatapá e o dendê. Já o polvo tem um lado adocicado e agridoce que casa com o maracujá e o cítrico da tangerina”. Às harmonizações:

  • Morango com Tamarindo + Tartar de Atum
  • Jambo com Uva + Espetinho de Peixe
  • Caju com Limão + Acarajé
  • Seriguela com Limão Siciliano + Casquinha de Siri
  • Maracujá com Tangerina + Espetinho de Polvo

Dada a dica! Se joga!