9 de fevereiro de 2018

Carnacasa? Três filmes em cartaz e porquê assisti-los!

A maior premiação do cinema já tem data para acontecer. Com apresentação de Jimmy Kimmel, a 90ª edição do Óscar vai reunir no dia 4 de abril o que de melhor foi exibido nas telonas no último ano.

A gente sabe que você odeia ficar por fora do que está em alta, então listamos os trend movies do momento. Além de concorrerem nas categorias mais relevantes da estatueta de ouro, os filmes que citamos trazem o match técnica + relevância que vai te fazer enxergar o mundo de um jeito diferente. Corre pro cinema! Feriadão de carnaval tá aí, aproveitemos, né?

E caso sua imersão de carnaval seja total in the house, trouxemos uma dica de ouro by Netflix. Aperta o play!

  • forma-da-agua

    A FORMA DA ÁGUA 

No Óscar: Concorre nas categorias melhor fotografia (Dan Laustsen), melhor figurino, melhor mixagem de som, melhor edição de som, melhor design de produção, melhor montagem e melhor trilha sonora.

Com 13 indicações ao Oscar, o novo longa-metragem do cineasta Guilherme Del Toro (O Labirinto do Fauno) é tudo o que esperamos ver na telona quando lembramos de histórias que envolvem humanos e monstros. Se a sua vibe casa com obras como “Frankstein” e “A Bela e a Fera”, se prepare para algo mais hot e visualmente impactante.

A trama se passa durante a Guerra Fria, na década de 1960, e acompanha o relacionamento de uma zeladora muda com uma aberração-anfíbia entre laboratórios secretos dos EUA. Achou muita informação? Que nada! O enredo entrega estranhezas e reviravoltas que só um roteiro escrito por Vanessa Taylor (de Game of Thrones!) poderia ter.

me-chame-pelo-seu-nome

  • ME CHAME PELO SEU NOME 

No Óscar: concorre nas categorias: melhor filme, melhor ator (Timotheé Chalamet), melhor roteiro adaptado e melhor canção original (“Mystery of Love” – Sufjan Stevens).

Simbolismo, entrelinhas e beleza é tudo o que você vai encontrar no filme de  Luca Guadagnino, diretor francês conhecido por criar películas repleta de singelezas. Sabe quando os personagens falam com toques e olhares? Luca é mestre em enquadrar as relações humanas.

Confrontando o conservadorismo, o filme acompanha o encontro de Elio (Timothée Chalamet) e Oliver. Dois homens, duas almas gêmeas de universos paralelos. Será que um amor de Verão sobrevive ao pós-férias? Podemos sim, classifica-lo como um filme sobre o despertar da sexualidade, mas os diálogos e a construção do enredo eleva o filme a um patamar mais alto, algo como o que vimos em Azul é a Cor Mais Quente, em 2013.

Ah, se você quiser enxergar a obra mais a fundo pode se debruçar no livro homônimo de André Aciman que deu origem à produção cinematográfica.

ferdinando
  • O TOURO FERDINANDO 

No Óscar: concorre na categoria “melhor animação!

O cenário é a Espanha e a problemática gira em torno das grandes touradas, que são tradição por lá e levantam algumas polêmicas quanto ao direito dos animais. É com esse toque de seriedade que Carlos Saldanha, brasileiro por trás dos fenômenos “Rio” e “A Era do Gelo”, entrega seu novo sucesso de bilheteria.

Sucessos do pop atual na trilha sonora e dublagens assinadas por Maísa Silva (sim, nossa diva mirim cresceu!), Otaviano Costa e Thalita Carauta. A obra bem que é voltada para o público infantil, mas promete encantar qualquer um fã de bons trabalhos. O filme é fofo, repleto de reviravoltas e, como é de se esperar, vem com uma lição de moral pertinente. Diversidade e carisma são retratados em touros que não nasceram para travar batalhas mortais, mas vão se ver no meio de problemas seríssimos!

Vale a ida ao cinema com os pimpolhos! Vale ressaltar que Ferdinando esteve no cinema pela primeira vez em 1938, dois anos após o lançamento do livro que deu origem a todo esse sucesso.

la-casa-del-papel

  • LA CASA DE PAPEL 

Criada por Alex Pina, a série La Casa de Papel já foi lançada por inteiro na Espanha. Pela Netflix, os 15 episódios originais foram reeditados e se transformaram em 13. Dividida em duas temporadas, a produção do estilo “assalto policial” já teve sua primeira parte lançada no Brasil e o sucesso foi instantâneo. O motivo? Tudo que a gente ama ver na telinha ganhou ares de superprodução.

Há o humor, típico das produções latinas, o brega, que lá no fundo todo mundo se identifica, e o absurdo, que faz a gente sentar em frente ao serviço de streaming e perder algumas horas numa maratona. A história trata de um plano mirabolante para roubar a Casa da Moeda, na Espanha. Um grupo de criminosos guia toda a série por caminhos inimagináveis. A cada episódio a afeição pela polícia, reféns e os próprios bad boys se torna inevitável. Por quem você vai torcer?

Os 6 episódios finais da série saem no dia 6 de abril!